UM DIÁLOGO ANGELICAL

ANJINHOS

AMIGOS NO CÉU

Dois anjinhos encantados e duas parecidas histórias para contarem…

– Oi! Meu nome é Lucas, seja bem vindo de volta à Morada Celestial. Eu estava a sua espera. Acompanhei a sua viagem à Terra, a sua saga e a sua missão a cumprir. Parecida com a minha. Foram só cem dias de puro amor. Meus pais terrenos. Meu irmão. Meus avós, tios, amigos… Eles me amaram igualzinho aos seus… Então, o Pai de todos os pais, me chamou de volta para a Casa, para onde voltam todos os anjos do Senhor… Até que eu gostava dos carinhos que recebi enquanto estive lá.

– Oi! Meu nome é Arthur. A sua história é bastante parecida com a minha. Uma curta viagem para marcar de amores a minha vida e a deles… Meu pai, minha mãe, minhas avós e uma porção de amigos à distância na mesma emoção de amar. Eles não sabiam da transitoriedade da minha visita nem a minha missão a cumprir… Se dependesse deles, eu estaria lá até hoje, tanto era o amor e os pedidos ao Pai para que ajudasse eles a cuidarem de mim…

E assim os dois anjinhos ficaram a conversar nas imensidões dos céus e do tempo nas paragens celestiais…

À distância, outros anjos que os precederam na Linha do Tempo, tudo ouviam e sabedores das dos sentimentos dos seres terrenos, combinavam como amenizar as dores da saudade que aqueles dois pequenos anjinhos deixaram no átimo de tempo que viveram num Planeta chamado Terra, tão carente do conhecimento dos desígnios do Pai…

   Antonio de Jesus

VOLTAR AO FACE – VOLTAR AO FACE- VOLTAR AO FACE